AS Notícias Online
HOME ESPORTE GERAL POLÍCIA POLÍTICA EMPREGOS MULHERES AGENDA COLUNISTAS FOTOS VÍDEOS CONTATO
Boa tarde - Itabira, domingo, 11 de abril de 2021 Hora: 13:04

COLUNISTAS
Marcos Gabiroba e a crônica da semana “Nessa quaresma passe dez minutos sem fazer nada”
24/02/2021

Meus amigos e amigas ouvintes passado o carnaval da pandemia do Covid-19, diga-se de passagem, continua a ceifar vidas e mais vidas, no Brasil e no mundo, isto por causa da irresponsabilidade de nós seres humanos que não obedecemos as regras impostas, principalmente, o uso de máscara e evitar aglomerações. Já estamos na quaresma novamente, onde cada um de nós é convidado a recolhermo-nos, silenciando e ponderando melhor os desejos e os sentimentos, os gestos e as palavras, as atitudes e escolhas que temos cultivado em nosso dia a dia. Hoje, agora ou em outro momento, mais oportuno, peça sinceramente a Deus a graça de viver uma boa quaresma e de fazermos um bom discernimento. Não permitas que esse tempo quaresmal passe mais uma vez por ti, caro ouvinte, inutilmente. Deixa-te tocar, diariamente pelas palavras do Santo Evangelho e da Sagrada Liturgia.

Lembra-te: é o próprio Cristo que te chama, e Ele deseja, sempre mais, conduzir-te a uma vida plena, com muito mais sentido. De bom alvitre lembro também que temos o início da Campanha da Fraternidade Ecumênica, tempo de penitência e conversão, cujo lema é: “FRATERNIDADE E DIÁLOGO: COMPROMISSO DE AMOR”.

A Quaresma é o tempo para voltar a respirar; é o tempo para abrir o coração ao sopro Único capaz de transformar o nosso pó em humildade. É o tempo tão tanto para rasgar as vestes frente ao mal que nos rodeia, como, sobretudo, para dar espaço na nossa vida a todo bem que possamos realizar, despojando-nos daquilo que nos isola, fecha e paralisa. A Quaresma é o tempo da compaixão para dizermos com o salmista: “Dai-nos Senhor, a alegria da vossa salvação, sustentai-nos com um espírito generoso”, a fim de proclamarmos com a nossa vida o vosso louvor (Sl 51(50), 14), e que o nosso pó – pela força do vosso sopro de vida – se transforme em pó enamorado. (Papa Francisco). Pensem nisso!

Você, caro ouvinte, já pensou em passar dez minutos por dia sem fazer absolutamente nada? Aposto como já está pensando “eu nunca conseguiria fazer isso”, “ele não sabe como estou preocupado”, ou “que perda de tempo”. Se for esse o caso, fico feliz em dizer que você está errado em todas as opções. A verdade é que compreendo totalmente como você deve estar ocupado, e tenha absoluta certeza de que dez minutos sem fazer absolutamente nada podem ser os dez minutos mais produtivos do dia inteiro. Já pensou nisso? É precisamente porque você está muito ocupado que passar dez minutos por dia sem nada fazer é uma ideia excelente. Para a maioria de nós, um típico dia de trabalho é como uma corrida de cavalos – no momento em que saímos da cama, a corrida começou.

Começamos rápido e aumentamos a velocidade à medida que o dia avança.

Corremos para fazer coisas, ser produtivos, resolver problemas e retirar itens da nossa importantíssima lista de “coisas por fazer”. Não surpreende que quando acontece o mínimo problema ou quando algo dá errado, desmoronamos e nos sentimos frustrados, não é mesmo?

Pensar alguns minutos sem fazer nada, parado, abraçando o silêncio, ajuda a impedir que você tenha um colapso; isso faz com que você tenha uma chance de recuperar sua objetividade e o acesso a uma parte tranquila do seu cérebro, onde existe a sabedoria e o senso comum. Quando você fica parado e não faz nada, a sua mente tem a oportunidade de entender as coisas e se acomodar. Já pensou nisso?

Ela faz com que o que costuma parecer caótico fique um pouco mais fácil de lidar, e se permite uma chance de descansar e se reagrupar. Surgirão em sua cabeça ideias e soluções de uma maneira que nunca acontece num estado de mente frenético. Quando você acaba de não fazer nada ou de ficar parado por dez minutos, tem a impressão de que a vida vem um pouco mais devagar, o que faz com que tudo pareça um bocado mais fácil e menos estressante. Se você ainda não pensou nisso, então, pense.

Quando trabalhei na Vale, nos idos de 1962 a 1971, existia um engenheiro, meu chefe imediato, bem sucedido na empresa que fazia, já naquela época, exatamente isso. Todo dia, independentemente de quão ocupado estivesse, separava dez minutos para apreciar o silêncio com tranquilidade, fumando um cachimbo, importado da Alemanha, ou cigarros. Tive a oportunidade de perceber que quanto mais ocupado eu estivesse, tirando seu exemplo, obtinha a tranquilidade para exercer minha função designada. Muitas e muitas vezes ele me dizia brincando e, ora que ele não era de brincadeiras, mas dizia-me: “Meu período de tranquilidade me faz perceber quanta conversa inútil acontece em minha mente, na maior parte bobagens. É óbvio que todo esse barulho impede que eu enxergue o âmago da questão e do trabalho que tenho que executar. Alguns minutos sem fazer nada geralmente ajudam a ver através do lixo”. Guardo até hoje essas suas palavras e exemplo no consciente de minha memória. Claramente, existem ocasiões em que tentamos com força demais ou nos movemos muito rápido. Este é o período ideal para pisar no freio e se aquietar. À primeira vista, este conceito pode parecer contraproducente, Contudo, uma das maneiras mais certas e poderosas de conseguir ainda mais sucesso na vida é não fazer absolutamente nada durante alguns minutos por dia. Com certeza, você não vai acreditar no que vai descobrir o quanto dez minutos sem fazer nada por dia é importante. Pensem nisso.








INFORMAÇÃO COM RESPONSABILIDADE! Whatsapp: (31) 9 8863-6430
E-mail: contato@asnoticiasonline.com.br
AS Notícias Online 2021. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvedor: SITE OURO

Copyright © 2017 - AS Notícias Online - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.