AS Notícias Online
HOME ESPORTE GERAL POLÍCIA POLÍTICA EMPREGOS MULHERES AGENDA COLUNISTAS FOTOS VÍDEOS CONTATO
Boa madrugada - Itabira, sábado, 29 de fevereiro de 2020 Hora: 02:02

COLUNISTAS
Marcos Gabiroba e a crônica da semana “Confiança, atitude e ser honesto vale a pena?”
12/02/2020

Meus amigos e amigas ouvintes de nosso encontro semanal: há tempos venho pensando, refletido mesmo e muito, sobre a importância da confiança em nossas vidas. Confiar, como sabemos, é acreditar, é ter fé, primeiro no Infinito Poder, cuja essência mora dentro de nós, em nossa família e depois, em nós mesmos e na nossa força de transformação ou renovação interior. Você também já pensou ou tem pensado nisso? Às vezes o nosso corre-corre nos afazeres diários roubam-nos essa possibilidade, e, com isso, o tempo passa e não volta mais, não é mesmo?

O grande cuidado que devemos ter é com a fé cega, aquela que nada questiona, que só repete o que ouve e que leva ao fanatismo. Procure ser uma pessoa aberta e novas ideias e aprendizagens para que você possa desenvolver seu bom senso e usar a força da dúvida nos momentos em que ela se faz necessária. No nosso modesto entendimento pessoal, o sentimento da dúvida é muito válido em determinados momentos de nossa vida, pois ela só existe em quem pensa, não é mesmo? Quem aceita tudo sem questionar é um ser não pensante, portanto, é um incrédulo.

Duvidar, às vezes, nem sempre, faz expandir a nossa inteligência, principalmente àqueles que não creem num Deus Uno, num Deus Amor, num Deus presente, e nada tem contra a confiança que deve crescer dentro de nós. Até acredito que a pessoa mais autoconfiante é justamente aquela que sempre se desafia, que coloca novos questionamentos para responder em sua vida e, a cada conquista, mais acredita em si mesmo, pois Deus habita em sua vida e lhe dá essa graça. Duvidar, às vezes, é preciso, porém, uma dose de fé, esperança e confiança devem ser o alicerce da construção deste Edifício chamado Fé em Deus e Confiança em si mesmo. Parece um paradoxo, mas aquele que questiona e busca entender a força do Criador e os Seus desígnios é justamente quem mais provas têm do Seu poder sobre sua vida. Amigos e ouvintes é muito fácil uma pessoa dizer que tem fé em Deus, que tudo vai dar certo, e ficar só rezando e esperando que tudo o que pedir caia do céu. Ela vai aguardar...; aguardar... sem nada receber, porque o Pai Maior espera de nós não só a fé, mas um comportamento proativo, de busca incansável pelo melhor, de autoconfiança nos nossos talentos e de iniciativa de fazermos o bem para a evolução deste mundo. E mais: Gratidão plena! Portanto, desenvolva em si mesmo a confiança absoluta de que, com o poder mágico, isto é, sua fé, de sua vontade e escolhas corretas, com a proteção da Divina Providência, você vencerá todas as batalhas naturais do viver. Confiar mais, confiar sempre, mas não se esqueça: Atitude é fundamental. Eis a receita do bem-viver: Acreditar e Agir!

Estes são os remédios do bom viver. Confiança e atitude! Pense nisso!

Por outro lado, como vimos num passado muito recente, quando assistíamos os relatos de desonestidade, corrupção, descumprimento da lei de observarmos o poder e a majestade das pessoas desonestas e corruptas que assolaram nosso país e nosso estado em funções de destaque na sociedade, nós corremos o risco de colocar em dúvida a honestidade como valor e perguntar: “será que vale a pena ser honesto?” Essa dúvida nos assalta a mente principalmente depois de um dia estafante de trabalho, levantamos cedo, trabalharmos o dia todo, a semana toda, o mês inteiro? Às vezes, não temos um salário condigno, nem outra forma de ganho que não seja o fruto de nosso duro trabalho, e, com isso, o desânimo, a insatisfação e o desejo de ganhar mais toma conta de nossa mente e a tentação leva-nos a cometer desatinos inimagináveis, não é mesmo? Ao mesmo tempo, vemos que a desonestidade, a corrupção e o descumprimento da lei parecem coisas “normais” para outras pessoas e até autoridades.

Ao questionarmos o valor da honestidade é preciso refletir, raciocinar e analisar sobre o que é felicidade e quais são os valores que realmente são importantes para um ser humano. Na sociedade moderna, o dinheiro, os bens materiais e o status acabaram sendo os principais valores, não é mesmo? Para conquistá-los o homem moderno não mede consequências – o que vale é ter um cartão, uma bolsa de grife, uma mansão. Os valores morais e éticos parecem ter sido esquecidos definitivamente. Concordam? A pergunta que temos que fazer é se tudo isso tem feito o ser humano mais feliz? Se a violência entre os homens diminuiu? E a resposta parece ser evidente: o homem não é mais feliz quando faz da vida material o seu objetivo maior, porque perdeu a confiança em si mesmo e sua atitude foi-se por água abaixo. Assim, é hora de repensar nossos valores – confiança e atitude – e voltar a valorizar os valores morais mais elevados de honestidade, ética, respeito ao outro, polidez, humildade, lealdade e paciência. Milhares de anos de filosofia somados às várias religiões provam que são esses valores que tornam o homem verdadeiramente feliz. Portanto, acreditem, vale a pena ter confiança em si mesmo, atitude, ser honesto e ter fé em Deus são os pilares de uma vida digna. P/ nisso.








INFORMAÇÃO COM RESPONSABILIDADE! Whatsapp: (31) 9 8863-6430
E-mail: contato@asnoticiasonline.com.br
AS Notícias Online 2020. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvedor: SITE OURO

Copyright © 2017 - AS Notícias Online - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.