AS Notícias Online
HOME ESPORTE GERAL POLÍCIA POLÍTICA EMPREGOS MULHERES AGENDA COLUNISTAS FOTOS VÍDEOS CONTATO
Boa madrugada - Itabira, segunda, 16 de setembro de 2019 Hora: 03:09

POLÍCIA
PM PRENDE DOIS SUSPEITOS AO FUGIREM EM UMA MOTOCICLETA DEPOIS DE ORDEM DE PARADA NA VILA SANTA ROSA
16/04/2017

ITABIRA(MG)- Na noite deste sábado, 15 de abril de 2017, a Policia Militar realizava uma operação preventiva na região central da cidade, quando receberam uma denuncia via Central de Operações COPOM relatando que uma motocicleta alta preta com dois ocupantes que estariam rondando a lanchonete Tia Eliana levando temor aos funcionários do estabelecimento uma vez que dias atrás foram vitimas de assalto. Os dois jovens foram presos pela Policia Militar após desobedecerem à ordem de parada após suspensão que os mesmos seriam os denunciados de estarem rondando a lanchonete Tia Eliana no Centro da cidade.

De acordo com a Policia Militar por volta de 22h30min iniciou se um rastreamento pelas Ruas próximas do local após a denuncia, quando na Rua Jose Isidoro na Vila Santa Rosa, visualizaram dois ocupantes na motocicleta Honda Broz cor preta placa OMD-3141com dois ocupantes com as mesmas características, os PMs então deram ordem de parada ao veiculo, tendo o piloto recusado ao realizar uma frenagem brusca em seguida a lançando na direção dos Militares do GEPMOR que faziam a abordagem, seguindo para a Rua Armindo Costa Lage em alta velocidade furou o sinal vermelho e fugiu pela Prefeito Virgilino Quintão onde debaixo do viaduto atravessou o canteiro central sentido a Osorio Sampaio, quase atropelando ocupantes dentro do Posto de combustíveis Pires, em seguida entrou pela contra mão novamente na Rua Prefeito Virigilino Quintão, ziguezagueando entre os carros fugiu sentido ao bairro Praia, outras viaturas foram em apoio para realizar o cerco bloqueio naquela região que na Rua Camélia no bairro Juca Rosa os indivíduos seguiram até o final da Rua, onde abandonaram a motocicleta aos fundos de uma residência onde subiram num terraço e entraram no quintal de uma residência que foi invadida, onde a proprietária ao ver aquela situação passou mal com dores no peito os Militares conseguiram fazer a abordagem dos dois suspeitos, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência SAMU foram solicitados para prestar atendimento a senhora Eny Bragança Lemos de 62 anos que foi levada ao pronto-socorro Municipal onde receberia atendimento medico.

Em conversa com os indivíduos Alex Coelho de 20 anos esse contou que fugiu por não estar com os documentos de porte obrigatórios e por não ser habilitado disse que seu companheiro Robson Fernandes de 18 anos estaria de posse de um cigarro de maconha e que iriam usar a droga, por medo de serem presos por isso fugiram, só entraram na residência para tentar fugir da Policia.

O amigo do piloto disse que no decorrer da perseguição jogou a droga fora, ao piloto foi dado voz de prisão por direção perigosa e violação de domicilio e resistência, ao garupa da moto foi dada voz por violação de residência.

A motocicleta foi apreendida e rebocada para o pátio credenciado do DETRAN na Vila Paciência, o proprietário que seria o dono da motocicleta recebeu a comunicação dos Militares via telefone e compareceu a ponto Militar do bairro Praia após dizer que teria emprestado a moto para seu sobrinho ir namorar sem saber que ele era inabilitado recebeu voz de prisão.

Todos os envolvidos permaneceram no posto Policial onde após confecção do boletim de ocorrência onde assinaram o termo de compromisso de comparecerem perante audiência do juizado especial criminal marcada para o dia 5 junho deste ano no fórum da cidade onde responderam pelo crime de desobediência, direção perigosa e violação a domicilio, logo depois foram liberados.

Asnoticiasonline








INFORMAÇÃO COM RESPONSABILIDADE! Whatsapp: (31) 9 8863-6430
E-mail: contato@asnoticiasonline.com.br
AS Notícias Online 2019. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvedor: SITE OURO

Copyright © 2017 - AS Notícias Online - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.