AS Notícias Online
HOME ESPORTE GERAL POLÍCIA POLÍTICA EMPREGOS MULHERES AGENDA COLUNISTAS FOTOS VÍDEOS CONTATO
Boa madrugada - Itabira, sexta, 18 de outubro de 2019 Hora: 04:10

ESPORTE
Cruzeiro comete falhas defensivas
Perde para o nacional e é eliminado 11/05/2017

 

Time celeste tem atuação ruim nos 90 minutos, vacila na cobrança de pênaltis e cai na primeira fase da Sul-Americana

Uma boa cabeçada da novidade da noite Ábila e um chute de Rafinha, os primeiros minutos do duelo contra o Nacional-PAR, na noite de quarta-feira foram animadores para o Cruzeiro e a sua torcida. Porém, com o passar do tempo, o rendimento da Raposa foi diminuindo, os erros dos últimos jogos voltaram a acontecer e com duas falhas individuais do seu sistema defensivo o clube mineiro foi derrotado pelo time Paraguaio por 2 a 1 nos tempo normal. O placar levou a decisão para a disputa de pênaltis e a equipe da casa levou a melhor por 3 a 2.

Mesmo com o rendimento ruim dos últimos jogos, principalmente diante do Atlético na final do Campeonato Mineiro, Mano Menezes manteve o time titular e principalmente o seu estilo de jogo, mais fechado apostando no contra-ataque. Porém, o rendimento celeste segue caindo a cada partida, o pouco impeto ofensivo se repetiu e desta feita as falhas defensivas minaram a atuação da equipe.

A única novidade da Raposa, Ramón Ábila, que foi escalado em lugar de Rafael Sóbis, que sentiu dores na coxa esquerda e ficou de fora até mesmo do banco de reservas, foi o responsável por tentar algo diferente no ataque azul. O centroavante teve as duas primeiras oportunidades no começo do jogo.

Na melhor das chances o Ábila cabeceou forte, mas errou o alvo. O bom momento do Cruzeiro se manteve. Apostando na velocidade, a equipe de Mano Menezes abriu o placar com Thiago Neves, que aproveitou erro defensivo do Nacional. Mas o tento e a ampliação da vantagem fez mal a Raposa. O time da casa partiu para o ataque e mesmo não mostrando grande qualidade técnica, conseguiu uma pressão, que surtiu efeito.

Cinco minutos após a Raposa abrir o placar o Nacional chegou ao empate com Villagra, aproveitando falha clamorosa do lateral-direito Mayke, que tentou ajeitar a bola, mas acabou ajeitando para o rival marcar. A partir daí a falta de criação ofensiva voltou a tomar conta do Cruzeiro, que pouco criou. Ábila ficou isolado na frente e tentava receber bolas apenas nos cruzamentos, que em sua maioria erravam o alvo.

No segundo tempo o filme se repetiu. O Nacional com atenção defensiva buscou o ataque. O Cruzeiro mostrou queda física e passou a defender. Quando o time celeste mostrava uma pequena melhora, nova falha individual atrapalhou a situação. Caicedo saiu jogando errado com Léo, Adam Bareiro aproveitou e marcou o 2 a 1. Pouco depois o camisa 3 cometeu falta e levou o segundo cartão amarelo, sendo expulso.

Com um homem a menos a Raposa segurou a pequena pressão do Nacional e levou a decisão para os pênaltis. Mas na bola parada o pior estava por vir para o clube celeste. Com pouca pontaria dos jogadores, a Raposa viu Alisson, Fabrício e Arrascaeta errarem suas cobranças. Do lado do Nacional Salgueiro e Rodriguez desperdiçaram, mas Rojas, Miranda e Dávalos acertaram o gol de Rafael.

OTempo

BERNARDO LACERDA








INFORMAÇÃO COM RESPONSABILIDADE! Whatsapp: (31) 9 8863-6430
E-mail: contato@asnoticiasonline.com.br
AS Notícias Online 2019. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvedor: SITE OURO

Copyright © 2017 - AS Notícias Online - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.