AS Notícias Online
HOME ESPORTE GERAL POLÍCIA POLÍTICA EMPREGOS MULHERES AGENDA COLUNISTAS FOTOS VÍDEOS CONTATO
Boa madrugada - Itabira, quarta, 14 de novembro de 2018 Hora: 02:11 19 ºC
Velocidade do vento: 16.09 km/h
Nascer do Sol: 6:7 am e pôr do Sol: 7:8 pm

COLUNISTAS
Marcos Gabiroba e a crônica da semana “No jardim da esperança ficam as lições”
15/10/2018

Mais uma vez em tantas vezes, Itabira fica a ver navios nesta eleição que passou.

Isto porque entre nossos candidatos a deputado estadual e a federal, ninguém teve a oportunidade de se eleger, porque os paraquedistas se apoderaram dos votos dos itabiranos e levaram daqui o que Itabira mais necessitava, ou seja, eleger um deputado. Enquanto 600 candidatos forasteiros obtiveram votos, nossos pré-candidatos ficaram à margem da disputa. Bernardo Mucida, primeiro suplente, honrosamente. Nozinho que pleiteava sua segunda parada, isto é, sua reeleição, depois de ter aprendido como ser deputado, ficou com o terceiro mais votado. Que pena né? Enquanto isto aconteceu os que aqui foram votados e eleitos darão, com certeza aquela banana para os itabiranos. Foram eleitos e, doravante, Itabira é apenas “um retrato na parede”, plagiando nosso inesquecível Drummond. Ou você acha itabirano que Tito Torres, Rodrigo de Castro, Lincoln e Léo Portela os mais votados e os diversos paraquedistas pastores de igrejas evangélicas que também receberam votos nestas plagas, por isso sendo eleitos irão dar retorno de seus votos à Terra de Tutu Caramujo? Duvideodóoo. O povo mais uma vez caiu no canto e encanto da sereia. Sempre foi assim e por isso continuaremos de pires na mão a pedir seus favores e intervenções, para quaisquer conquistas, não é mesmo?

O que se salvou, aqui, ali, acolá e alhures foi o clima democrático. A ordem, a disciplina e o respeito prevaleceram. Ganhou quem tinha que ganhar. Quem perdeu, doravante bate “parmas de contentamento” como diria nosso inesquecível ex-prefeito, de saudosa lembrança, Luiz Menezes. Quem ficou para decidir em segundo turno, que Deus os ilumine e siga os destinos democráticos que o país merece e requer. Mas, ao escrever esta crônica me lembrei de uma pequena estória que muito tem a ver com os dias atuais, em termos é claro, cujo título significativo representa o povo itabirano: As duas janelas. Conta-se que uma menina mimada e amada possuía um lindo cãozinho de estimação. Um dia este foi atropelado e, por consequência veio a morrer. Compreendeu-se a dor que se instalou na alma da pequenina criança. Em soluços e lágrimas quedou-se à janela, profundamente infeliz, ao ver seu irmão fazer o enterro numa parte do jardim da casa. Seu avô, muito preocupado aproximou-se docemente da pequena garota e, enquanto lhe acariciava os cabelos, sussurrou-lhe ao ouvido: - Minha filha, vá à outra janela. No momento em que a criança mudou-se para a outra janela, no jardim uma linda rosa desabrochou-se esplendorosamente. Pensou ela: que conselho sábio me deu meu avô. Enquanto numa janela a paisagem era de tristeza, morte e dor, na outra era de vida e beleza. Bastou-se lhe tão somente um movimento um simples movimento, um mudar de lugar e seus olhos viram outro cenário.

Meus amigos e ouvintes, este fato é o que se nos apresenta com frequência em nossa vida. Muitas vezes temos a sensação quase inigualável pelos aspectos negativos da vida. Detemo-nos, quase hipnotizados sobre o peso e os cansaços, o desgaste e as fadigas da vida e esquecemo-nos de mudar de lugar. Ir à outra janela.

Às vezes, encerramo-nos numa cabine de vidro opaco e nos admiramos com imagens da vida que nos cerca, especialmente as que se nos apresentam destorcidas e sombrias, não é mesmo? Ou quando colocamos óculos escuros e admiramos a paisagem de luto. Esquecemos que a paisagem é linda, mas os óculos escuros a distorce encobrindo sua beleza. O defeito não está na paisagem, mas tão somente nos óculos escuros que costumeiramente usamos. Já pensou nisso?

A beleza deve ser procurada, antes de tudo, dentro de nós mesmos em primeiro lugar. Ela é fruto da nossa capacidade de mudarmos de posição, ou de janela como queiram. Ir à outra janela. Mudarmos nosso objetivo e o jeito de nosso olhar. Ao encarar o outro, ou pensar nele, em vez de nos absorvermos suas faltas ou pontos desagradáveis, poderíamos muito bem deter-nos sobre suas qualidades, boas qualidades. E, quando assim agimos normalmente, descobrimos no outro algo de bom e verdadeiro, porque em cada ser humano, este possui uma parcela muito grande de amor, bondade e muita fraternidade. Aí, descobrimos admirados que as rosas também florescem nele. É simplesmente um mudar de janela.

É preciso ter sentido crítico também, nos acontecimentos que se apresentam sobre a história dos homens ou sobre a vida, momento em que essa técnica deve ter o seu objetivo, pois como prediz velho e conhecido adágio popular: “Não há mal que não venha para o bem”, mesmo nas horas mais amargas, dos momentos mais críticos podemos tirar proveito, não é mesmo? Fazendo uma análise mais profunda esta nos revelará aspectos positivos de tudo o que, em torno de nós acontece. Só assim, a paisagem muda. Os conceitos mudam e a sensibilidade para viver melhor, melhora.

Uma dose de calma para pensar, uma vontade grande de compreender, um desejo sincero de amar e uma visão sobrenatural dos homens e das coisas, com certeza, fará no seu jardim da vida nascer, flores e mais flores com um simples gesto de mudar de janela (seus olhos são essas janelas) que Deus lhe deu para a sua convicção dos acontecimentos e fazer descortinar rosas desabrochando na paisagem da vida. A lição de não elegermos ninguém neste passado pleito eleitoral, enseja-nos a oportunidade de cuidarmos melhor do nosso jardim nas próximas eleições. Pensem nisso e tenho dito.








INFORMAÇÃO COM RESPONSABILIDADE! Whatsapp: (31) 9 8863-6430
E-mail: contato@asnoticiasonline.com.br
AS Notícias Online 2018. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvedor: SITE OURO

Copyright © 2017 - AS Notícias Online - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.