AS Notícias Online
HOME ESPORTE GERAL POLÍCIA POLÍTICA EMPREGOS MULHERES AGENDA COLUNISTAS FOTOS VÍDEOS CONTATO
Boa tarde - Itabira, sábado, 20 de outubro de 2018 Hora: 17:10 22 ºC
Velocidade do vento: 27.36 km/h
Nascer do Sol: 5:19 am e pôr do Sol: 5:56 pm

POLITÍCA
MPMG denuncia ex-prefeito e ex-secretários municipais de Itabira por improbidade administrativa
10/10/2018

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) denunciou, em Itabira, um ex-prefeito e dois ex-secretários municipais por improbidade administrativa. Uma investigação da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público constatou que não foram feitos os repasses patronais ao Instituto de Previdência de Itabira, ItabiraPrev. O MPMG pede o ressarcimento de  R$ 4.158.013,08, relativos aos juros, multas e correção monetárias devidos ao instituto.

Entre dezembro de 2015 a dezembro de 2016, o então prefeito e os secretários de Administração e Fazenda do município, deixaram de repassar contribuições patronais de responsabilidade da prefeitura de Itabira ao ItabiraPrev, causando danos ao erário e aos servidores públicos municipais. Uma denúncia feita em março de 2016, afirmava que o prefeito teria desviado recursos da ItabiraPrev para pagamento da folha, constituindo o que é conhecido como ‘pedalada’, uma vez que pega dinheiro emprestado em um órgão parra sanar um rombo financeiro em outro.

Os repasses da prefeitura foram interrompidos em dezembro de 2015. No entanto, os demais entes da administração indireta e a Câmara Municipal de Itabira estavam regulares quanto aos repasses patronais ao ItabiraPrev.

O ItabiraPrev também informou ao MPMG que, por diversas vezes, cobrou  os débitos, mas os pagamentos não foram feitos. O prefeito chegou a declarar calamidade financeira mas um ano depois, os gastos foram ampliados. Foi apurado que a arrecadação do município tem se mantido crescente nos últimos anos, inclusive com o aumento de receita para o ano de 2016, ano em que houve a paralisação do recolhimento das contribuições previdenciárias.

Em depoimento ao MPMG, o atual secretário da Fazenda de Itabira, explicou que várias rubricas do orçamento poderiam ter sido alocadas para os repasses, o que não foi feito por escolha da administração municipal.

MPMG/Foto Arquivo








aquecesol
INFORMAÇÃO COM RESPONSABILIDADE! Whatsapp: (31) 9 8863-6430
E-mail: contato@asnoticiasonline.com.br
AS Notícias Online 2018. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvedor: SITE OURO

Copyright © 2017 - AS Notícias Online - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.