AS Notícias Online
HOME ESPORTE GERAL POLÍCIA POLÍTICA EMPREGOS MULHERES AGENDA COLUNISTAS FOTOS VÍDEOS CONTATO
Bom dia - Itabira, quarta, 20 de setembro de 2017 Hora: 06:09 Compra dólar: R$ 3,135
Venda dólar: R$ 3,136
Converter dólar em reais: 0.00 reais.
15 ºC
Velocidade do vento: 11.27 km/h
Nascer do Sol: 5:45 am e pôr do Sol: 5:48 pm

POLÍCIA
Briga em bar termina com um morto em Dionísio
12/09/2017

Uma pessoa morreu assassinada em Dionísio na noite de ontem (11), depois de uma briga dentro de um bar. Uma outra vítima teve ferimentos graves e foi socorrida ao hospital da cidade. Com a notícia do crime, populares organizaram uma caçada a acusado ao suspeito.

Segundo informações publicados no portal Diário do Aço, as vítimas e um jovem de 18 anos se desentenderam dentro de um bar. Wanderson Dias, de 36 anos , acabou atingido por vários tiros, não resistiu e morreu ao dar entrada no hospital São Sebastião, em Dionísio. Já Marcelo Ermelindo Damaceno, de 32 anos, saiu gravemente ferido ao entrar em luta contra o acusado do homicídio, Solano Damaceno Talentino, de 18 anos.

Uma testemunha informou aos policiais militares que se encontrava em um bar com as vítimas Wanderson e Marcelo, quando em determinado momento os dois começaram uma discussão com Solano. Conforme a testemunha, insultado por Solano, Wanderson disse que para ele sair e manter distância.

Solano saiu do estabelecimento comercial, mas 15 minutos depois retornou ao local, dirigiu-se a Wanderson, que estava de costas e efetuou dois disparos com uma arma de fogo. Mesmo atingido nas costas, a vítima tentou sair correndo do bar, mas caiu na porta. Solano perseguiu a Wanderson e efetuou mais três tiros contra a vítima caída ao solo.

No momento em que Solano atirava contra Wanderson, caído ao solo, Marcelo tentou socorrer o amigo e atracou-se com o atirador. O agressor, então, tentou efetuar mais tiros contra Marcelo, que conseguiu bater na mão de Solano, momento em que a arma caiu ao solo. Desarmado, o atirador tentou fugir, foi perseguido e agarrado pelo pescoço por Marcelo.

Neste momento, uma irmã de Solano entrou na briga e puxou o criminoso. Com isso, o jovem conseguiu escapar das mãos de Marcelo e saiu correndo em direção a uma residência. Marcelo manteve a perseguição contra o autor dos tiros, mas foi derrubado e ficou desacordado. Somente recobrou os sentidos enquanto era atendido no hospital. Solano manteve a fuga em direção a uma área cobertura por um matagal.

Wanderson deu entrada no hospital ainda com vida, mas teve uma parada cardíaca, não resistiu e morreu. Marcelo deu entrada com diversos ferimentos provocados pela luta contra Solano.

A arma usada no crime, um revólver calibre 32, com cinco cartuchos deflagrados, foi encontrada na rota de fuga do autor dos disparos, em um monte de areia. Enquanto faziam buscas, policiais chegaram a escutar um estampido de tiro, mas por causa da vegetação densa, não identificaram a origem.

Ainda conforme relato da Polícia Militar, o fato causou clamor social e levou centenas de pessoas para a rua na noite passada. Quando souberam da morte de Wanderson, várias pessoas organizaram uma caçada ao autor do homicídio, com o propósito de linchá-lo, caso fosse encontrado. Até a manhã desta terça-feira não havia informações sobre o paradeiro do acusado do crime, que pode ter tido ajuda de um amigo para fugir. 
BELL SILVA







metabase
INFORMAÇÃO COM RESPONSABILIDADE! Whatsapp: (31) 9 8863-6430
E-mail: contato@asnoticiasonline.com.br
AS Notícias Online 2017. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvedor: SITE OURO

Copyright © 2017 - AS Notícias Online - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.