AS Notícias Online
HOME ESPORTE GERAL POLÍCIA POLÍTICA EMPREGOS MULHERES AGENDA COLUNISTAS FOTOS VÍDEOS CONTATO
Boa noite - Itabira, sábado, 16 de dezembro de 2017 Hora: 20:12 Compra dólar: R$ 3,307
Venda dólar: R$ 3,309
Converter dólar em reais: 0.00 reais.
22 ºC
Velocidade do vento: 6.44 km/h
Nascer do Sol: 6:9 am e pôr do Sol: 7:28 pm

GERAL
Metabase realiza assembleia nesta quinta-feira; Trabalhadores decidem se aceitam ou não 2,5% de reajuste
22/11/2017

O Sindicato Metabase de Itabira e Região realiza nesta quinta-feira (23) uma assembleia para apreciação e votação da contraproposta da Vale para o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT 2017/18). O encontro com os trabalhadores acontece em dois horários, as 9h e as 18h. Uma tenda está sendo montada em frente ao prédio do sindicato para a realização da assembleia devido ao período chuvoso para dar mais comodidade aos trabalhadores que são esperados.

A contraproposta da empresa não agradou os dirigentes sindicais. Alvo de inúmeras críticas ela oferece a recomposição salarial em apenas 2,5% no total.

Este índice representa 0,67% de ganho real e a recomposição salarial baseada no acumulado da inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 1º de novembro de 2016 à 31 de outubro de 2017, que fechou em 1,83%.

Outro ponto negativo apresentado pela Vale neste ACT é o corte nos procedimentos de ortodontia e implantodontia da Assistência Médica Supletiva (AMS). Em contrapartida pela retirada do direito a empresa apresentou uma indenização de R$ 1.200,00.

“Estamos indo para esta assembleia indignados com a postura truculenta desta empresa. A Vale mostrou nitidamente que não está nem ai para os seus trabalhadores, que não se importa com a família destes trabalhadores e de uma forma arbitraria apresentou estas propostas que não acrescentam em nada na vida deles”, reclamou Paulo Soares, presidente do Metabase.

O percentual oferecido no salário, também atingirá o cartão alimentação, que atualmente está em R$ 700,00, com reajuste, ele passa a valor R$ 717,50.

Outra medida adotada pela Vale é a manutenção do pagamento da décima terceira parcela no cartão alimentação, que a princípio seria cortado.

“Nós estamos deixando claro para os trabalhadores que não somos favoráveis a esta proposta ridícula. Sabemos que a Vale tem plenas condições de nos pagar um reajuste salarial de verdade, sabemos que a empresa tem caixa para valorizar seus trabalhadores. Já falamos muitas vezes, só nos últimos três meses a empresa faturou R$ 7,14 bilhões, 300% a mais que no trimestre anterior”, ressaltou o sindicalista.








INFORMAÇÃO COM RESPONSABILIDADE! Whatsapp: (31) 9 8863-6430
E-mail: contato@asnoticiasonline.com.br
AS Notícias Online 2017. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvedor: SITE OURO

Copyright © 2017 - AS Notícias Online - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.