AS Notícias Online alcantara
HOME ESPORTE GERAL POLÍCIA POLÍTICA EMPREGOS MULHERES AGENDA COLUNISTAS FOTOS VÍDEOS CONTATO
Bom dia - Itabira, sexta, 21 de setembro de 2018 Hora: 11:09 21 ºC
Velocidade do vento: 17.70 km/h
Nascer do Sol: 5:44 am e pôr do Sol: 5:49 pm

ESPORTE
Em casa, Cruzeiro cai para a Chape com gols de velhos conhecidos
04/06/2017

Wellington Paulista e Douglas Grolli deram um banho gelado nas pretensões celestes de voltar ao G-4; vaias foram entoadas pela torcida.

DANIEL OTTONI

@SUPERFC

A 'Lei do Ex' foi impiedosa com o Cruzeiro na noite deste domingo, no Mineirão. Foram de Wellington Paulista e Douglas Grolli os gols da Chapecoense que fizeram o time do índio condá vencer os azuis, fora de casa, por 2 a 0. O resultado colocou a Chape de volta na liderança do Brasileirão e fez o Cruzeiro se contentar em ficar fora do G-4, deixando escapar uma boa chance de retomar presença no G-4.

O tenso e equilibrado duelo entre os dois times, na última quinta-feira, pela Copa do Brasil, no sul do país, foi uma prévia do que poderia acontecer no Mineirão. O empate que foi benéfico para os mineiros há poucos dias, desta vez, já não seria interessante. As pretensões dos dois times eram de liderança, que poderia vir em caso de resultado positivo.

Ainda sem Ezequiel, que esteve perto de ser relacionado, o Cruzeiro foi com Hudson na lateral-direita. Mano deixou o esquema com três volantes de lado para ir pra cima com quatro jogadores mais avançados.

Apesar da teoria ter dado mais ofensividade ao Cruzeiro, na prática o que se viu foi diferente. Fazendo uma boa marcação desde as linhas de frente, a Chapecoense conseguiu diminuir os espaços de criação do Cruzeiro.

Bem organizada, a equipe catarinense conseguia sair para o jogo. Com dificuldade na criação, o Cruzeiro não demorou para tentar chutes de fora da área. Em um primeiro tempo morno, o gol da Chape saiu de um lateral. O cruzamento feito para a área, nas costas da zaga, aos 25 minutos, encontrou Wellington Paulista livre para cabecear tirando de Fábio, que nada pôde fazer.

Com o placar adverso, o Cruzeiro tentou aumentar a velocidade do seu ritmo de jogo, que acabou gerando nervosismo e fazendo com que mais erros nas trocas de passe acontecessem. A torcida mostrou impaciência e protestou vaiando o time durante e após a primeira etapa.

No segundo tempo, mudanças eram necessárias, principalmente na postura do time. Com Ábila e Lennon, era esperada uma presença mais efetiva do time da casa.

Mas o gol marcado por Grolli, com apenas dois minutos de bola rolando, foi um banho gelado na torcida celeste. O escanteio rasteiro e mal batido foi bem aproveitado por Grolli, que não teve marcação de ninguém no primeiro poste.

A impaciência da torcida aumentou. O volante Robinho, que estava no banco após ausência de quase três meses, foi logo pedido pelas arquibancadas. Mano usou o meio-campo, mas o panorama do jogo não mudou. Nem com reza brava um outro resultado viria diante de um Cruzeiro errando além da conta diante de um adversário letal e bem postado. Os gritos da torcida de 'time sem vergonha' resumem bem a frustração após o resultado final, que poderia ter sido ainda pior.

Na quinta-feira, o Cruzeiro vai até Salvador para encarar o Bahia com a missão de voltar com pontos na bagagem para compensar o tropeço deste domingo.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 0 X 2 CHAPECOENSE

Cruzeiro

Fábio, Hudson (Lennon), Leo, Caicedo e Diogo Barbosa; Henrique, Ariel Cabral (Robinho), Rafinha (Ábila) e Thiago Neves; Alisson e Rafael Marques. Técnico: Mano Menezes

Chapecoense

Jandrei, Apodi, Victor Ramos, Douglas Grolli e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Antônio e Seijas (Nádson); Rossi, Arthur Caíque (Osman) e Wellington Paulista (Túlio de Melo); Técnico: Vagner Mancini

Motivo: 4ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: Mineirão

Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE/CBF)

Gols: Wellington Paulista e Douglas Grolli(CH),

Cartões amarelos: Rossi, Victor Ramos, Osman (CH)

Cartões vermelhos: não houve

Público: não informado

Renda: não informado








INFORMAÇÃO COM RESPONSABILIDADE! Whatsapp: (31) 9 8863-6430
E-mail: contato@asnoticiasonline.com.br
AS Notícias Online 2018. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvedor: SITE OURO

Copyright © 2017 - AS Notícias Online - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.